Listas, listas, listas

A dupla Lisa e Adam criou um projeto chamado The Listography Project.
Nas próprias palavras dos autores:
“Listography dá a usuários de qualquer idade uma ferramenta fácil de usar para criar e compartilhar listas. Fazendo listas, você molda uma autobiografia. Além disso, sua listografia é um trabalho em andamento, uma cápsula do tempo que você pode compartilhar, e um mapa da sua vida para amigos e família.”
Além de ser uma maneira simples e precisa de divulgar uma informação, criar listas é bem divertido. Todo mundo já fez alguma lista na vida. Além disso, se você criar listas sobre um mesmo assunto em tempos diferentes, verá que elas mudam sempre, e com as listas você cria uma “interação entre seu passado e seu presente”.
O site não é nada menos do que muito interessante, e dá pra gastar bastante tempo nele, lendo as listas dos outros e escrevendo as suas próprias.
Mas, além do site, o Listography Project também têm livros (e é de livro que eu gosto!), lançados pela Chronicle Books. Por enquanto são 4, mas é óbvio que sairão mais e mais deles.
O mais novo é o Music Listography, criado por Lisa Nola e ilustrado por Michael Gillette. São 69 páginas com de idéias para criar listas relacionadas com o mundo da música. É um livro simples, mas o grande barato é que você é quem o escreve. São as SUAS listas, as SUAS idéias, a SUA letra. Ou seja, não existirá no mundo um livro como o seu. Acho que ainda mais interessante é escrever nele com lápis, assim, no futuro, dá pra reescrever as listas. E, se você escrever com força, seu passado vai ficar gravado no livro, mesmo depois de você apagar alguma coisa.
Eu simplesmente adorei a idéia! É genial! E dou um jeito de comprar o livro logo, logo.

A dupla Lisa e Adam criou um projeto chamado The Listography Project.

Nas próprias palavras dos autores:

“Listography dá a usuários de qualquer idade uma ferramenta fácil de usar para criar e compartilhar listas. Fazendo listas, você molda uma autobiografia. Além disso, sua listografia é um trabalho em andamento, uma cápsula do tempo que você pode compartilhar, e um mapa da sua vida para amigos e família.”

Além de ser uma maneira simples e precisa de divulgar uma informação, criar listas é bem divertido. Todo mundo já fez alguma lista na vida. Além disso, se você criar listas sobre um mesmo assunto em tempos diferentes, verá que elas mudam sempre, e com as listas você cria uma “interação entre seu passado e seu presente”.

O site não é nada menos do que muito interessante, e dá pra gastar bastante tempo nele, lendo as listas dos outros e escrevendo as suas próprias.

Mas, além do site, o Listography Project também têm livros (e é de livro que eu gosto!), lançados pela Chronicle Books. Por enquanto são 4, mas é óbvio que sairão mais e mais deles.

Capa do livro Music ListographyO mais novo é o Music Listography, criado por Lisa Nola e ilustrado por Michael Gillette. São 69 páginas com idéias para criar listas relacionadas com o mundo da música. É um livro simples, mas o grande barato é que você é quem o escreve. São as SUAS listas, as SUAS idéias, a SUA letra. Ou seja, não existirá no mundo um livro como o seu. Acho que ainda mais interessante é escrever nele com lápis, assim, no futuro, dá pra reescrever as listas. E, se você escrever com força, seu passado vai ficar gravado no livro, mesmo depois de você apagar alguma coisa.

Eu simplesmente adorei a idéia! É genial! E dou um jeito de comprar o livro logo, logo.

Anúncios

2 comentários em “Listas, listas, listas

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s