FIAT Mio: ho i miei dubbi

Eu esperava mais do Mio. Acho que por que a ação que a Fiat fez pra criação do Mio foi tão excepcional que eu esperava que o carro fosse algo excepcional também, mas não foi. Não pra mim.

A Fiat convidou o mundo inteiro para criar, em conjunto, o carro do futuro: propor seu uso, tecnologias empregadas, ergonomia, design, enfim, tudo o que é necessário na criação de qualquer carro. Muita gente participou e surgiram, desde 2009, diversas boas ideias. Eu mesmo mandei algumas ideias, principalmente ergonomia e design, mas não vem ao caso.

Porque, pra mim, o Mio é só mais um microcarro conceito como vários outros já criados antes dele. Sabe qual a impressão que eu tenho? De que os designers e os engenheiros já tinham um tal Fiat Mio na cabeça, e que a conversa com os consumidores foi só pra “fingir” que estes é quem realmente criaram o carro quando, na verdade, o projeto já estava, de certa forma, iniciado. Mesmo porque, penso eu (lendo o site do Mio), a grande maioria das pessoas deram sugestões de coisas que já existem em outros carros e conceitos. Ou seja: o novo já está velho!

Daimler AG Smart ForTwo

O que dizer do desenho do carro, então? A tendência óbvia pros carros de cidade é se tornarem menores, para facilitar o trânsito, já que, hoje, vemos carros enormes circulando, muitas vezes, somente com o banco do motorista ocupado. Sendo assim, o Mio ser um microcarro não deve surpreender ninguém. Além disso, será que ninguém percebeu o quanto o Mio se parece com o Smart? Se for assim, então o futuro já chegou, porque o Smart já tem mais de 15 anos. Talvez eu esperasse algo mais chocante!

Volkswagen Splinter

Eu admito que gostei muito da ideia da Fiat de perguntar aos próprios consumidores o que eles esperam do seu carro do futuro, mas não vi funcionar, pelo motivo que eu já falei acima Todos nós sabemos que é importante a comunicação com o cliente e que toda empresa quer oferecer àquele um produto que lhe deixe satisfeito. Mas, apesar disso, acredito que é papel do designer desenvolver carros-conceito, para não correr o risco de criar um conceito que já existe. Dá pra entender?

Mas essa é só a minha opinião. Por isso tenho minhas dúvidas sobre o Mio.

Dá pra ver mais fotos do Mio no Flickr do Salão do Automóvel 2010.

UPDATE: Ainda não mudei minha opinião sobre o Fiat Mio, mas hoje recebi a notícia de algo que é bem mais interessante pra mim: a AgenciaClick e a Spicy lançaram, junto com a Fiat, um livro com tiragem de 1.000 exemplares documentando e detalhando todo o processo de desenvolvimento e prototipagem do carrinho. Posso não ter ido muito com a cara do Mio, mas esse livrinho com certeza eu gostaria de ter nas mãos, afinal de contas, todo designer ama processo e metodologia, não é?

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s