Heavy Birthday

As minhas ideias para o Heavy Birthday

Hoje é o aniversário da Paula, umas das minhas melhores amigas e uma garota muito, muito foda! Então eu quis fazer pra ela um presente que fosse tão foda quanto. Como a gente gosta muito de hard rock, não foi difícil de ter ideias pra isso, né. Então pensei que eu podia fazer pra ela um “CD da nossa banda”, com várias fotos nossas e ia escrever uma carta em forma de letras de música. Tinha que ter um visual bem característico, 80’s, mas com uma levada mais moderna, dessa nova onda sleaze, então me inspirei em duas das minhas bandas favoritas, Crashdïet e Reckless Love, que eu sei que ela gosta muito também.

Eu já sabia as fotos que eu queria usar, isso realmente não foi um problema. Mas precisava criar um nome pra “banda”, buscar referências de logotipos de bandas da década de 1980 e, principalmente, decidir toda a cara do encarte. O nome, Heavy Birthday, achei que ficou criativo. Usei a Avant Garde como base pra desenhar as letras, por causa das ligaturas, modificando todos os tipos, e o efeito metalizado que fiz igual ao do Reckless Love, porque eu queria que fosse igual, mas dei também o efeito tridimensional e a perspectiva, pra não ficar assim tão igualzinho.

Passei noites seguidas mexendo no conteúdo do encarte, que era o que estava sendo um desafio de verdade. Eu só estava satisfeito com a capa e com a primeira página, que saíram do jeito que eu estava imaginando, porém o resto do encarte estava difícil. Experimentei várias fotos, troquei tudo de lugar, e acabei chegando num resultado que me deixou feliz. Fiz uns testes de impressão pra acertar as cores e pra ver se os refiles estavam todos corretos e, no final de tudo, escrevi as letras das músicas que, na verdade, é uma cartinha cheia de palavrões e o quanto eu amo a Paula e essas coisas pra encher um pouco a bola dela. Imprimi e recortei na plotter um par de adesivos com o logo da banda e achei que assim estava muito legal, com CD e merch do Heavy Birthday! Gravei no CD várias músicas que me fazem lembrar da minha amiga, seja porque vimos em um show, seja porque cantamos juntos, sei lá.

Eu também já tinha uma camiseta do Crashdïet que fiz pra mim e pra ela, pouco depois de ela se mudar, que estava guardada no meu armário. Fiz também um CD bem simples, com capa em papel 220g dobrada e um montão de músicas demo do Crashdïet, que achei que ela ia gostar também. Além disso, fiz questão de tirar o disco Generation Wild da minha coleção de CDs e colocar junto com o presente. Empacotei tudo e botei no correio. À meia-noite de ontem pra hoje, ela me ligou dizendo que foi o presente mais foda que ela já ganhou, contou como foi quando ela abriu o presente, e até chorou um bocadinho e, cara, claro que eu não esperava uma reação como essa, esperava muito menos, então imagine a felicidade que eu fiquei ao perceber, pelo jeito que a Paula falava comigo no telefone, que todo o trabalho que eu tive deu um resultado tão positivo! Isso é o que me motiva, com certeza, ainda mais que ela sabe que eu fiz tudo isso com o maior carinho do mundo, né.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s