Dead Drops – compartilhando arquivos de um jeito diferente

[vimeo http://vimeo.com/16620712 w=490&h=367]

Não sei até aonde esta ideia do Dead Drops poderia chegar em termos de “cool” sem que alguém pegasse um virus e cagasse com a brincadeira, mas a ideia é tão legal quanto o Sketchbook Project, por exemplo, mas de um jeito diferente, porque imagine só as possibilidades: dá pra compartilhar qualquer coisa, dá pra conhecer pen pals, criar memes, organizar happenings e flash mobs, criar um album de fotos mundial, promover as músicas da sua banda, seu portfolio, tudo*! A ideia é de Aram Bartholl, e o nome vem da maneira como espiões e pessoas secretas costumavam trocar informações com clientes e tal, o que dá um charme maior ainda para o Dead Drops. Qualquer pessoa pode usar um Dead Drop e também criar um novo em algum local da cidade, o que torna a ideia algo colaborativo, amplamente expansivo e viral, e cultural.

“Um Dead Drop é uma peça simples de tecnologia USB embutida na cidade, o único espaço realmente público. Em uma era crescente de nuvens e novos aparelhos extravagantes sem acesso a arquivos locais nós precisamos repensar a liberdade e distribuição de dados.”

Esta frase acima traduz o manifesto por trás do Dead Drops, e eu concordo que, quanto mais facilitamos o compartilhamento de dados mais o dificultamos, paradoxalmente, tirando os dados de nossas mãos e criando uma espécie de “posse falsa”, já que os seus arquivos não são seus, e os arquivos de todos são de todos, quase como um creative commons involuntário. Dando o conhecimento do espaço físico em que seu arquivo se encontra, como em Dead Drops, por mais que nunca saibamos quem vai ter acesso a ele, ainda existe o seu controle sobre o ato de compartilhar, pois parte de você colaborar.

Eu gosto do conceito e da espécie de execução do Dead Drops, palmas para Aram Bartholl… e eu já tenho o meu pendrive (4Gb e formatado em FAT32), só ainda não escolhi quando nem em que muro vou cimentá-lo, afinal de contas, quero que ele fique lá por muito tempo e também não quero ser preso por vandalismo (acusação esta que vem daquelas pessoas que não abrem a cabeça para a arte).

* inclusive exibir a sua arte no MoMA… foda, hein?

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s