100 anos de Converse All Star

O site da campanha. Clique para ver como ele funcionava.

Quando a Converse completou 100 anos, em 2008, lançou uma campanha mundial que é, na minha opinião, a melhor que já vi da marca. Com o nome Connectivity, a campanha mostra ícones da música e da moda, todos unidos pelo clássico tênis de tecido e borracha. Eu não conseguiria calcular quanto dinheiro a Nike (dona da marca Converse) deve ter gasto para colocar todos estes rostos de famosos – vivos ou mortos – em suas peças impressas e digitais. De qualquer maneira, é uma das minhas propagandas favoritas, por sua simplicidade, execução, por ser moderna e por ser muito bonita, desenvolvida para celebrar o impacto da marca Converse na contracultura nos últimos 100 anos – mesmo ela tendo se tornado ícone mainstream.

“Converse foi a primeira companhia de calçados nos esportes e a primeira no rock’n’roll. Nós somos extremamente orgulhosos de nossa história e animados por nossa jornada no próximo século. Connectivity é uma campanha global excepcional que captura integralmente nosso espírito e caráter da marca, celebrando originalidade. A campanha é arrojada e icônica saudando estas pessoas – do passado e do presente – que ultrapassaram os limites da criatividade, inspiraram originalidade e abraçaram os valores da marca.”

Aliás, este é um assunto bacana: é interessante notar como uma marca pode ter um posicionamento e público completamente diferentes somente mudando a gerência. Quero dizer, o All Star sempre teve poucos modelos (preto, vermelho, cano alto, cano baixo) e sempre foi muito ligado à contracultura: Sid Vicious usava, os Ramones usavam, Kurt Cobain, Iron Maiden, Joan Jett, whatever… agora, o All Star possui um milhão de modelos e linhas e se tornou peça indispensável em qualquer coisa ligada à criatividade, à moda, ao pop e ao mainstream: se você é descolado, se você é cool, se você é diferente, você usa All Star. Só que, antes, quem usava, usava para ser do contra… hoje, quem usa, usa para estar na moda.

Eu não dispenso meu All Star por nada (é o único tipo de sapato que eu uso), fui no casamento de terno e All Star pra ser do contra. A noiva pensou que fui de All Star porque sou cool. Opiniões divergentes, resultado igual. Aí embaixo, o videoclipe da música que a Converse criou para a campanha, que estava para download no site na época:

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s