A junção do Moleskine com Evernote “começa” a ser algo que eu gostaria de ter

A italiana Moleskine se juntou com a Evernote para criar os famosos caderninhos em uma versão capaz de transformar suas notas em arquivos digitais. Resumindo, você escreve e desenha neste Moleskine “especial”, chamado Smart Notebook e, fotografando com um app projetado especificamente para iOS, que detecta um padrão de pontos impresso em cada página, transforma-os em notas do Evernote. Adesivos “inteligentes” ajudam a categorizar e organizar suas notas, que podem ser compartilhadas e etc.


É bem legal, na verdade, porque muita gente (assim como eu) não dispensou totalmente o uso do lápis e papel (ou ainda não se adaptaram ao tablet) e também organiza suas coisas em suporte digital, mas também não acho que seja algo necessário ou até revolucionário – é um primeiro passo para o desenvolvimento de tecnologias mais interessantes, mas não é revolucionário.

Se eu compraria um destes? Acho que não… não adotei o Evernote como ferramenta do dia-a-dia mas, principalmente, vejo o Moleskine como suporte artístico, feito para guardar com carinho suas criações – e não como um simples caderno onde vou desenhar e, depois que digitalizar para a nuvem, foda-se, não preciso mais dele… pelo menos não enquanto estes caderninhos custarem o preço que custam, ou enquanto não criarem uma “versão descartável”, que não tenha este apelo perenal.

De qualquer maneira, é a junção de duas marcas com grande presença no meio artístico e do design, e não tenho dúvidas de que será um sucesso… então quem sabe, se um dia eu achar que preciso, posso ter um destes também.

E falando em digitalizar suas notas…

DigiScribble

O que eu gostaria realmente de ter é algo menos parecido com o Smart Notebook e mais parecido com o DigiScribble (ou uma junção deles, ou algo melhor que eles todos juntos). Este é um aparelho que funciona de maneira mais direta, usando uma caneta (quase) comum em uma folha de papel comum… porque ainda não inventaram um tablet e stylus que passem a sensação de usar papel e caneta, e acho que isso faz diferença. Então, apesar de você poder usar o Smart Notebook para rabiscar, precisa da ajuda de um app que digitaliza as notas de uma maneira que me parece um pouco desengonçada (tirando fotos), ou poderia usar o famoso caderninho, com um DigiScribble acoplado e fazer a mesma tarefa de modo mais rápido.

Sim, eu entendo que existem diferenças entre eles e que, por usar a câmera do iPhone ou iPad, o Smart Notebook leva uma grande vantagem sobre o DigiScribble, porque consegue enviar para o Evernote ilustrações e desenhos mais complexos (e coloridos, que é importante), mas ainda assim o DigiScribble leva vantagem na facilidade de digitalizar. De qualquer modo, eu ainda espero por um futuro próximo em que haja uma evolução (e união) destas tecnologias todas e que, aí sim, será um suporte excelente para finalmente unir o manual e o digital de maneira “contínua”, seamless.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s