Fotografia com luz negra

The Glow é uma série da fotógrafa brasileira Sarah Leal, que une corpos, tinta fluorescente e luz negra. Inspirada pelo trabalho do também brasileiro Hid Saib, as fotos são tão intensamente coloridas quanto você poderia imaginar.
The-Glow-2 The-Glow-3 The-Glow-4

Eu acredito que deva ser um pouco mais difícil fotografar com luz negra e tintas fluorescentes, porque imagino que o sensor da câmera deve enlouquecer com tanto brilho… mas vou sugerir ao meu irmão fazer alguma coisa neste estilo.

Como funciona a tinta fluorescente

A tinta fluorescente possui uma grande carga de fosforosos, e para que o pigmento brilhe, é preciso “luz negra”. A lâmpada de luz negra possui um revestimento que absorve a maior parte das ondas de luz, deixando escapar somente luz ultravioleta (e um mínimo de luz visível azul e violeta). A luz UV-A emitida pela lâmpada então reage com os fosforosos da tinta fazendo-a brilhar.

Eu queria arrumar uma desculpa pra colocar o videoclipe de uma das minhas bandas favoritas, que também abusa das tintas fluorescentes:

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s