O livro que não pode esperar

Pessoas compram livros que só vão ler meses depois. Eu mesmo faço isso, minha lista de leituras é gigante. Mas a preocupação a editora/livraria Eterna Cadencia, de Buenos Aires, era a de que seus autores iniciantes fossem de fato lidos logo, pois se não o fossem, não seriam comentados, não ficariam famosos e não seriam estimulados a escreverem novos livros. Assim, surgiu El libro que no puede esperar, uma edição especial de uma de suas narrativas, feito com uma tinta que desaparece em dois meses.

O livro vem lacrado a vácuo para que, quando aberto, a tinta entre em contato com o ar e comece a sumir. Se você não quiser perder o livro, deve obrigatoriamente ler tudo antes que as palavras desapareçam para sempre. A ideia foi sucesso de vendas, fez a editora ficar famosa e levantou a discussão para o tema. O projeto, de 2012, tem um conceito impecável. Talvez você pense porque as pessoas compram livros que não lêem ao invés de alugar numa biblioteca (que é mais barato e não ocupa espaço em casa)… devolver um livro que não foi lido é uma derrota. Comprar o livro, portanto, é se dar um prazo muito longo para a leitura. El libro que no puede esperar limita este prazo sem te libertar do valor total gasto nem do espaço ocupado, e por isso achei a proposta tão incrível. A única coisa que sou contra é que, se virasse moda (o que duvido), é algo nada sustentável… a menos que você comece a usar os livros apagados como caderno, claro.

Anúncios

Um comentário em “O livro que não pode esperar

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s