Vídeo

Em ação criativa, crianças sofrem com desigualdade em jogo de tabuleiro

Neste experimento social simples e inteligentíssimo criado pela associação francesa Observatoire des Inégalités e organizado pela agência Herezie, um grupo de crianças diversas – meninos e meninas, negros e brancos, etc. – jogam uma partida de Monopoly com regras um tanto diferentes; neste caso, baseado em quem eles são frente à sociedade.

Alguns jogadores ganham mais dinheiro que outros, podem comprar propriedades com mais facilidade e alguns, inclusive, vão para a prisão com muito mais facilidade. A ação transforma em um jogo uma característica perceptível na sociedade que vivemos: a desigualdade social, étnica, de gênero e etc. é muito visível – só não enxerga quem não quer!

Na França, onde foi feita a ação, minorias étnicas têm mais dificuldade de negociar imóveis; pelos mesmos crimes, pessoas de baixa renda tem três vezes mais chances de serem condenadas; o salário das mulheres é 23% menor do que o dos homens; apenas 30% das estações de trem são acessíveis para deficientes; crianças carentes progridem bem mais devagar na escola, sendo que 35% repete uma série até os 14 anos.

Fica claro, mesmo para uma criança que só está jogando um jogo de tabuleiro, quão injusta é a sociedade perante as diferenças da população. A ação vem em época de eleições na França, mas a mensagem é válida para o mundo inteiro.

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s